Calos e Calosidades

Calos

As saliências ósseas sofrem pressão anormal sobre a pele, provocando traumatismos, e a pele frente a uma irritação excessiva protege-se criando uma capa córnea até o ponto de um engrossamento, sendo assim o calo, e este pode causar muita dor.

Possui aspecto circular, espesso e o tecido hiperqueratósico se forma em resposta ao atrito e pressão excessivos sobre a pele.

Manifestam-se na face dorsal das articulações interfalângicas distal ou proximal.

Em alguns casos tem bordos definidos e pode-se observar dentro da lesão um núcleo.

O calo com núcleo também conhecido como “cravo” varia de tamanho, localização, forma e consistência, tem bordo definido e dentro pode-se observar um núcleo.

Em alguns casos podem estar inflamados devido ao estímulo excessivo e também serem vascularizados provocando hemorragia espontânea ao retirar a hiperqueratose.

Calosidades

São espessamentos da pele, um acúmulo de queratina (proteína) subastância que forma a camada superficial e mais resistente da epiderme.

Podem ocorrer somente o espessamento ou em outros casos, acompanhado de rachaduras.

As calosidades diferem dos calos por serem mais extensas, recebem uma pressão excessiva ou biomecânica anormais.

A lesão geralmente é difusa e se localiza na região plantar, mais precisamente no metatarso e região calcânea.

Suas causas principais são: estímulo, atrito, uso inadequado de calçados, vícios de postura, problemas ortopédicos, obesidade, pressão, produtos químicos, etc.

Desenvolvido por Robson Mori - Todos os direitos reservados.