Micose

Tratamento de micose

Onicomicose, conhecida como micose, é uma infecção micótica que afeta toda ou parte da lâmina ungueal, ocasionada pelo ataque de fungos. Normalmente a infecção se inicia na unha do hálux e na do polegar, mas, no entanto todas as outras podem ser atingidas; é mais freqüente nas unhas dos pododáctilos (unhas dos pés) devido ao uso constante de calçados fechados, o que propicia um ambiente favorável ao desenvolvimento dos fungos.

É responsável por aproximadamente 40% das anormalidades ungueais, podendo ser encontradas em crianças e no adulto, em particular nas mulheres devido ao tratamento estético excessivo removendo as cutículas, e no idoso devido à dificuldade nos cuidados de higienização.

A infecção se inicia superficialmente, mas pode agravar a outras complicações clínicas em especial no portador de Diabetes Mellitus, podendo levar a amputações.

São causadas por três grupos de fungos:

Dermatófitos:

São os agentes primordiais na onicomicose responsável por aproximadamente 75% das infecções e atuam sobre as camadas queratinizadas ou semiqueratinizadas das unhas. É mais comum nas unhas dos pododáctilos (pés).

Leveduras:

"Fungos oportunistas" responsáveis por aproximadamente 15% das infecções, não são queratolíticas, podendo infectar- se nas unhas mercê a um traumatismo, por alguma deficiência do sistema imunológico ou a um agente irritante prévio. A infecção pode ter origem endógena. Mais comum nas unhas dos quirodáctilos.

Mofos não dermatóficos:

"Fungos filamentosos oportunistas" responsáveis por aproximadamente 10% das infecções, não são queratolíticos, invadem as unhas por meio de lesões prévias. A infecção é conhecida como onicomicose por mofo.

AGENTE ETIOLÓGICO QUE CAUSAM ONICOMICOSE NAS UNHAS

DERMATÓFITOS

LEVEDURAS

Classificações e suas Características

São classificadas nas seguintes manifestações clínicas:

OSDL – Onicomicose Subungueal Distal Lateral:

A infecção se inicia na borda livre afetando primeiro o hiponíquio e, depois a zona distal do leito ungueal, estendendo-se no sentido proximal até a matriz;

Características:

Descolamento da borda livre: a unha descola do seu leito, geralmente iniciando pelos cantos e fica oca (onicólise). Pode haver acúmulo de material sob a unha;

OBS - Onicomicose Branca Superficial:

Características:

OSP – Onicomicose Subungueal Proximal:

A infecção se inicia no eponíquio, na zona proximal da lâmina;

Características:

ODT - Onicomicose Distófica Total:

Características:

CU – Candidíase Ungueal:

Características:

Fatores Predisponentes

Transmissão

Sinais e Sintomas

E em alguns casos pode haver:

Prevenção

Consiste basicamente nos cuidados de higiene pessoal:

Diagnóstico

O diagnostico das onicomicoses se baseia na suspeita clínica, porém, a confirmação se faz através de um exame microbiológico, que consiste na raspagem da unha acometida e exame do material em um microscópio. Ele permite que o médico visualize o fungo causador da infecção; que se torna imprescindível para o tratamento da unha infectada.

Tratamento

Geralmente, necessita-se de um período de tratamento de 3 a 12 meses. Para se obter sucesso no tratamento, o fungo deve ser totalmente eliminado da unha. Para que isto ocorra, a unha doente deve ser totalmente substituída por uma saudável, livre do fungo. Como o crescimento da unha se faz de forma muito lenta, este processo demanda tempo: cerca de 12 meses para as unhas dos pododáctilos.

Mesmo após o tratamento, são comuns as recidivas da onicomicoses, e o profissional deve insistir na higienização diária e na necessidade de ir eliminando os fatores predisponentes.

Desenvolvido por Robson Mori - Todos os direitos reservados.